Após furtar mercado e ser agredido, homem ganhará dinheiro e casa

O vídeo de um homem sendo agredido após tentar furtar comida em um mercado ganhou as redes sociais na última semana. Após tentar levar um pacote de linguiça e pão, em Matinhos, no litoral do Paraná, Vanderlei Rafael da Silva recebeu, de uma mulher, tapas no rosto. “Vagabundo, suma e nunca mais apareça“.

Pouco depois, outro vídeo ganhou destaque, com Vanderlei mostrando a condição em que vive e pedindo desculpas. “Errei, mas na devia ter feito assim comigo. Eu sou trabalhador. Errei. Mas ela também errou e ter batido no meu rosto. Estou com muita vergonha.

O vídeo comoveu diversos artistas, como a MC Mirella, que encabeçou uma campanha para ajudar o homem. Foram arrecadados R$ 70 mil reais, a partir de uma vaquinha online.

Além da quantia, MC Mirella vai construir uma casa no terreno onde ele mora e oferecer um tratamento psicológico para Vanderlei, que deve ficar internado em uma clínica psicológica por três meses.

“Ele ficou muito abatido, com depressão e pediu para fazer tratamento em uma clínica”, conta a funkeira. “A construção foi o único pedido dele e vamos fazer. O lugar em que ele está vivendo é cheio de sujeira, bichos e fios soltos que podem gerar um incêndio a qualquer momento”, completa.

Na contramão de Mirella, outra artista aproveitou as redes para criticar a atitude do homem. Juliana, do Bonde do Forró, lembrou que independente da fome, furto é furto.

“Sei que vou ser muito criticada, mas independente do que eu vou falar, furto é furto. Porque não pedir a comida, capinar um lote de terra, pedir esmola. Mas furtar? Brasileiro sempre com mania de defender o ladrão. Essa senhora quanto tempo ela não teve que trabalhar para construir esse mercado. Deve ser muito revoltante para ela. Vamos parar de defender o bandido. vamos defender o cidadão de bem”, afirmou.

O que a cantora não esperava, é que vitalizasse um vídeo dela furtando maçãs em uma plantação de beira de estrada.