Mulher causa polêmica após publicar foto com fantasia de Carnaval debochando do atentado a Jair Bolsonaro

 

Uma brincadeira de mal gosto custou caro a uma enfermeira de Belo Horizonte. Após publicar fotos com uma fantasia fazendo alusão ao atentado sofrido pelo presidente Jair Bolsonaro na época da campanha eleitoral, ela precisou excluir as redes sociais.

 

A foto que viralizou mostra a enfermeira, de 26 anos, segurando uma faca falsa aparentemente presa a uma camisa da Seleção Brasileira de futebol, com uma mancha parecida com sangue, usada por um cirurgião-dentista que usava uma máscara de Bolsonaro. Nas redes sociais, internautas cobraram uma punição do Hospital Belo Horizonte, que emitiu uma nota de repúdio a mulher, que trabalhou na instituição, e do Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais (Coren-MG).

 

O Hospital Belo Horizonte emitiu uma nota afirmando que “a profissional em questão não faz mais parte do quadro de funcionários desta instituição há algum tempo”. De acordo com a unidade de saúde, a jovem não atualizou sua rede social, na qual ainda tinha o hospital como seu emprego.

 

A administração ainda disse que é “totalmente contra” e não compactua “com qualquer tipo de incitação ao ódio e a violência”. Segundo o local, medidas cabíveis estão sendo estudadas, já que a imagem da instituição está sendo vinculada com o caso.